<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5669356\x26blogName\x3dThe+Amazing+Trout+Blog\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://theamazingtroutblog.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://theamazingtroutblog.blogspot.com/\x26vt\x3d-5897069651571143186', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

sábado, outubro 09, 2004

Amarelo Manga...

Cof, cof... Não, não é chamada de atenção, é esta maldita amigdalite que teima em resistir a 5 dias de antibiótico, a vertigem da sonolência, a sensação de ter troncos ao invés de pernas... Odeio estar doente... Resultado de semanas de casmurrice. É o que dá acampar em casa... Eu explico. Mudei-me finalmente para a civilização! É verdade! Aluguei casa em Lisboa na companhia de outro soprano... Não se assustem. É um terceiro andar e creio que a maioria dos restantes inquilinos está demasiado surda, demasiado trôpega, simplesmente demasiado na sua, para nos vir aborrecer por causa do barulho infernal que é ter duas cantoras num prédio. Confesso que também já tive oportunidade de testar a paciência auditiva da vizinhança com relativo sucesso. O meu namorado também esteve a acampar comigo. Como vingança, a senhora do 2.º direito ligou o rádio às oito da manhã em volumes nunca antes imaginados. Ele acha que ela é simplesmente surda. Eu, que sei que não há nada como uma boa teoria da conspiração, tenho a certeza de que foi uma bem engendrada vingança... Sem sucesso, compreenda-se, o que lhe deve ter causado algum mal-estar e frustração. Duas semanas mais tarde pusemos o prédio inteiro em catarse a tentar transportar uma máquina de lavar roupa, escada acima, às dez e meia de uma noite de domingo... Luzes do prédio que acendiam, vozes mal caladas a pronunciar palavras inaudíveis... Claro está que ninguém saiu para a escada a perguntar nada ou a oferecer qualquer tipo de ajuda. Bem-vinda a Lisboa. Dizem que é a civilização. Parece que é suposto ser assim...
Presentemente, temos uma cozinha e dois quartos de dormir... Também há um projecto de escritório e parece que vão chegar estantes este domingo (já me estou a benzer, nem quero pensar no assunto). A sala é um amontoado de sacos de plástico com tralha. Há luz, há água, há gás! Há uma casa-de-banho a funcionar em condições! Há uma cozinha, que é a divisão mais bem equipada da casa! E há o meu quarto! Que tem uma linda parede toda pintada de amarelo manga (fui eu que pintei!) que dá gosto de olhar e vontade de comer... Nada mais adequado. E uma cama enorme só minha. Excepto quando ele por cá anda...
E depois há a Loira. Que é gira e boa pessoa e de quem gosto. E é bom ouvi-la falar. É muito bom mesmo... :-)