<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5669356\x26blogName\x3dThe+Amazing+Trout+Blog\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://theamazingtroutblog.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://theamazingtroutblog.blogspot.com/\x26vt\x3d-5897069651571143186', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

quinta-feira, maio 25, 2006

Impotência...

Eu tenho psoríase. É uma doença multifactorial e auto-imune. Tradução: no fundo ninguém sabe pevide sobre o assunto, mas já descobriram que é um erro do sistema imunitário que assume determinadas células da pele como sendo um corpo estranho e potencialmente perigoso para o organismo. Não sabem porque é que isso acontece, mas sabem que é assim que funciona. A sintomatologia é simples e depende do tipo de psoríase. O mais usual é ser em placas e manifestar-se por uma descamação excessiva nas zonas mais secas da pele, cotovelos e joelhos, e ir progredindo por aí fora até atingir proporções que requerem o internamento do indivíduo, ou não. Há também uma predisposição genética para a coisa, o que quer dizer que uma pessoa pode ser psoriática sem nunca na vida manifestar sinais da doença. Por vezes desenvolve-se também sob a forma de artrite psoriática, que é quando o sistema imunitário acha que isto da pele é coisa pouca e resolve atacar as articulações. Pois o meu sistema imunitário aborreceu-se há uns anos e achou que tinha pouco com que se entreter...

Desculpem lá o desabafo mas gostaria aqui de vos deixar um apelo. Obrigada pela preocupação, mas não se preocupem mais do que eu. Eu sei que pretendem ajudar, mas ajudam bastante quando me olham não como uma pessoa que tem psoríase, mas como uma pessoa. E especialmente, quando falam comigo como uma pessoa e não como uma pessoa que sofre de psoríase. Estou bem informada sobre o meu problema. Ninguém o quer resolver mais do que eu. Mas também sei não sei tudo e portanto agradeço uma opinião mais esclarecida! Não tenham pena de mim porque eu sou muito feliz por ser quem sou. E, por favor, quando me vierem dar sugestões, informem-se bem acerca das características desta condição, para eu não ter que ouvir:

1. Isso é um fungo, não é?
2. Se esfregares bem com pedra pomes e depois passares a pomada x, vais ver que passa
3. Mas não fazes nada para isso?
4. Isso é da alimentação!
5. E podes apanhar sol?
6. É uma alergia...

E o famoso:
7. Menina, ali em cima há um cacto que lhe garanto que faz passar tudo! Já agora não se importa que lhe pergunte... A menina tem namorado? E ele não se importa?

Não. Nenhum deles se importa nada.