<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5669356\x26blogName\x3dThe+Amazing+Trout+Blog\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://theamazingtroutblog.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://theamazingtroutblog.blogspot.com/\x26vt\x3d-5897069651571143186', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

terça-feira, agosto 17, 2004

Eles andam aí...

...avisa MVA, mas nós já sabíamos. Vêmo-los todos os dias, sofremos quotidianamente as consequências da flacidez da sua ética, do seu vazio de princípios. São assim uma espécie de... liliputianos, pr'aí.

Eram mais de cem
Eram mais de mil
Não os contei bem
Um milhão de lil- iputianos pr'aí

Os homens pequenos
Quando são demais
Não fazem por menos
Tornam-se fatais - vão por mim que o vivi

Como é que um freguês duma freguesia qualquer
Vê o seu destino
Fazer o pino
Sem saber ler - nem'screver

Homem avisado sempre ouviu alguém dizer
Cada naufrágio
É um presságio
Do que vai a- contecer

Vá-se lá saber o que é que esta gente quer
Este lugar
Tão singular
Ai quem me val' - a valer

Há sempre um lugar que falta a gente conhecer
Ai se eu soubera
Como isto era
Nunca viera - aqui ter

Preso assim que nem é modo d'alguém preso ser
Pequenos fios
Nós corredios
Que assim me estão - a prender

Já 'stá tecida uma teia para me tecer
Cabeça e pés
Os dedos dez
Já não me posso mexer


Eram mais de cem
Eram mais de mil
Não os contei bem
Um milhão de lil- iputianos pr'aí

Os homens pequenos
Quando são demais
Não fazem por menos
Tornam-se fatais - vão por mim que o vivi


José Mário Branco, Resistir é Vencer