<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5669356\x26blogName\x3dThe+Amazing+Trout+Blog\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://theamazingtroutblog.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://theamazingtroutblog.blogspot.com/\x26vt\x3d-5897069651571143186', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

quinta-feira, abril 20, 2006

Ora bem...

Se eu fosse um mês, seria: Julho.
Se eu fosse um dia da semana: Sábado.
Se eu fosse uma hora do dia: 10 da manhã, num Sábado.
Se eu fosse um planeta ou astro: Neptuno.
Se eu fosse uma direcção: Para cima.
Se eu fosse um móvel: Banco de cozinha.
Se eu fosse um líquido: Sopa. Se eu vivesse sozinha alimentava-me quase exclusivamente de sopa (mas daquelas de pacote, tipo “canja knorr com aletria”, ou simplesmente um caldo knorr de galinha dissolvido em água, com umas massitas e um ovo escalfado, que deve ser o meu prato favorito). Ainda bem que não vivo sozinha…
Se eu fosse um pecado: Era a leitura de jornais. Decididamente. Não passo sem o meu pecado matinal de leitura de jornais…
Se eu fosse uma pedra: Pedra-pomes. Muito levezinha, e tal, mas arranha que se farta.
Se eu fosse uma árvore: Oliveira.
Se eu fosse um fruto: Pimenta (deve ser um fruto, tem cara disso… e se for semente há-de estar dentro do fruto, fazendo parte integrante do mesmo, o que me permite usá-la como resposta a isto)
Se eu fosse uma flor: Coentro (aquelas florinhas branquinhas que aparecem nos coentros por alturas de Maio ou Junho)
Se eu fosse um clima: 28º, céu parcialmente coberto por nuvens altas.
Se eu fosse um instrumento musical: Trompa. Parece-me ser o instrumento mais acarinhado pelo seu instrumentista, abraçam-na enquanto estão a tocar e tudo… aquilo é uma ternura.
Se eu fosse um elemento: Seria um elemento de uma banda de rock, a baixista, talvez.
Se eu fosse uma cor: Laranja (duh!)
Se eu fosse um bicho: Um biltre de cauda curta, daqueles pequenitos, com o peitinho amarelo… são uns amores! A Vermelha é que os imita bem… “griiiiiii”. Mesmo patuscos!
Se eu fosse um som: Tunc.
Se eu fosse uma música:I think I’m Paranoid”, Garbage
Se eu fosse um estilo musical: Pop japonês.
Se eu fosse um livro: Calvin & Hobbes: “A Noite da Grande Vingança”, Bill Watterson
Se eu fosse uma comida: Arroz de marisco (com poucas cascas).
Se eu fosse um lugar: o sítio onde está a minha cama.
Se eu fosse um gosto: Coentros.
Se eu fosse um cheiro: Manjericão.
Se eu fosse uma palavra: Calheta
Se eu fosse um verbo: Desfobar.
Se eu fosse um objecto: … eu sou um objecto… às vezes… err… qual é a próxima pergunta?...
Se eu fosse uma parte do corpo: O fígado.
Se eu fosse uma expressão facial: Sobrancelha direita ligeiramente subida, a esquerda franzida, e os cantos da boca apertados.
Se eu fosse uma personagem de desenho animado: O Peninha. O que eu adoro o Peninha e o Biquinho!!
Se eu fosse um filme: Mary Poppins ou Mulholland Drive, dependendo dos dias.
Se eu fosse uma forma: Um trapézio.
Se eu fosse um número: 4.
Se eu fosse uma estação: 96.2 FM
Se eu fosse uma frase: “When you tell a story… have a point.”