<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5669356\x26blogName\x3dThe+Amazing+Trout+Blog\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://theamazingtroutblog.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://theamazingtroutblog.blogspot.com/\x26vt\x3d-5897069651571143186', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

quarta-feira, maio 31, 2006

Pasmo

O Abílio - Billy, para os amigos -, acabou de miar uma oitava perfeita. E o Abílio não é nenhum estudante de música duro de ouvido, é o meu gato.

terça-feira, maio 30, 2006

Dia mau

Photobucket - Video and Image Hosting
Tóquio
Fotografia de Truta Laranja

domingo, maio 28, 2006

Oogie Boogie...

You Are 26% Evil

A bit of evil lurks in your heart, but you hide it well.
In some ways, you are the most dangerous kind of evil.
How Evil Are You?



(...)
Oh, the sound of rollin' dice
To me is music in the air
'Cause I'm a gamblin' Boogie Man
Although I don't play fair

It's much more fun, I must confess
When lives are on the line
Not mine, of course, but yours, oldboy
Now that'd be just fine
SANTA
Release me fast or you will have to
Answer for this heinous act
OOGIE BOOGIE
Oh, brother, you're something
You put me in a spin
You aren't comprehending
The position that you're in
It's hopeless, you're finished
You haven't got a prayer
'Cause I'm Mr. Oogie Boogie
And you ain't going nowhere...

sexta-feira, maio 26, 2006

Há muito tempo que não citava um texto de outro blog, mas este...

Requiem em Fá menor

«Vinte euros? Isso são quatro contos.»
«É o Requiem em Ré menor... de Mozart...»
«Bem sei, mas ainda assim é caro. Nem sequer conheço o maestro. É russo?»
«Creio que é de um daqueles países novos, para esses lados, sim. Mas repare que este requiem é em Ré menor
«Ora essa. Há outro?»
«É singular que pergunte, porque de facto temos um em Fá menor.»
«De Mozart? Como é possível?»
«Caiu ao chão e ficou assim. Foi do choque na escala, deslocou uns meios-tons.»
«Hum. E isso é audível?»
«Audível, audível... depende da sua definição de audível. A soprano vê-se aflita, mas a contralto, o baixo e o tenor desenrascam-se bem. É outra tonalidade, decerto, mas o temperamento é o mesmo, está a ver? Pior seria se tivesse passado de menor a maior. Isso era logo lixo com ele. Assim pode ser que daqui a uns anos até valha dinheiro.»
«Hum. Em Fá menor...»
«Quinhentos paus.»
«Bom, vá lá. Para ouvir no carro.»

do Bandeira

O corpo e os outros

Muitas vezes martirizamo-nos com os nossos "defeitos" ou características físicas de que menos gostamos. Somos capazes de olhar para um espelho e não ver nada para além do nariz que preferíamos que fosse mais pequeno, do peito que gostávamos que fosse maior ou daquelas borbulhas irritantes que teimam em aparecer sempre na véspera de um acontecimento importante. Como se não bastasse essa nossa mania de nos reduzirmos ao que nos chateia, ainda aparecem os outros, de que tão bem falam a Azul e o Manel... é mesmo muito fácil menorizar os outros pela apreciação das suas características físicas. Normalmente características que não podemos alterar.

No entanto, alguns desses problemas resolvem-se, felizmente. Com mais ou menos esforço, é certo, mas resolvem-se. O peito pequeno pode aumentar-se, o rabo gordo pode emagrecer-se. E onde é que estão, nessa altura, os palermas que nos coisificaram, reduzindo-nos a uma determinada característica física? A criticar outra vez, dizendo que estávamos muito bem assim, "que disparate teres emagrecido" ou coisas do género.

Cada um é livre de fazer com o seu corpo o que bem entender. Se isso significar sujeitar-se a cirurgias plásticas, dietas rigorosas ou coisas do género NINGUÉM nem nada a ver com isso senão o próprio. Cada um é que sabe o que é que, para si, constitui um problema e se o quer resolver ou não, se isso estiver ao seu alcance. Não há pachorra para os juízos estéticos que fazem das nossas características físicas, e muito menos para os juízos morais quando as tentamos resolver.

E vocês, restantes trutas, devem ser das mulheres mais bonitas e sensuais que eu conheço. Ai de quem tente dizer o contrário.





Ou não tenho razão?... :)
(as duas primeiras fotografias são da Truta Rodrigues e a terceira de João Tuna)

quinta-feira, maio 25, 2006

Impotência...

Eu tenho psoríase. É uma doença multifactorial e auto-imune. Tradução: no fundo ninguém sabe pevide sobre o assunto, mas já descobriram que é um erro do sistema imunitário que assume determinadas células da pele como sendo um corpo estranho e potencialmente perigoso para o organismo. Não sabem porque é que isso acontece, mas sabem que é assim que funciona. A sintomatologia é simples e depende do tipo de psoríase. O mais usual é ser em placas e manifestar-se por uma descamação excessiva nas zonas mais secas da pele, cotovelos e joelhos, e ir progredindo por aí fora até atingir proporções que requerem o internamento do indivíduo, ou não. Há também uma predisposição genética para a coisa, o que quer dizer que uma pessoa pode ser psoriática sem nunca na vida manifestar sinais da doença. Por vezes desenvolve-se também sob a forma de artrite psoriática, que é quando o sistema imunitário acha que isto da pele é coisa pouca e resolve atacar as articulações. Pois o meu sistema imunitário aborreceu-se há uns anos e achou que tinha pouco com que se entreter...

Desculpem lá o desabafo mas gostaria aqui de vos deixar um apelo. Obrigada pela preocupação, mas não se preocupem mais do que eu. Eu sei que pretendem ajudar, mas ajudam bastante quando me olham não como uma pessoa que tem psoríase, mas como uma pessoa. E especialmente, quando falam comigo como uma pessoa e não como uma pessoa que sofre de psoríase. Estou bem informada sobre o meu problema. Ninguém o quer resolver mais do que eu. Mas também sei não sei tudo e portanto agradeço uma opinião mais esclarecida! Não tenham pena de mim porque eu sou muito feliz por ser quem sou. E, por favor, quando me vierem dar sugestões, informem-se bem acerca das características desta condição, para eu não ter que ouvir:

1. Isso é um fungo, não é?
2. Se esfregares bem com pedra pomes e depois passares a pomada x, vais ver que passa
3. Mas não fazes nada para isso?
4. Isso é da alimentação!
5. E podes apanhar sol?
6. É uma alergia...

E o famoso:
7. Menina, ali em cima há um cacto que lhe garanto que faz passar tudo! Já agora não se importa que lhe pergunte... A menina tem namorado? E ele não se importa?

Não. Nenhum deles se importa nada.

Que giro...

Alguém pode explicar-me então por que raio as minhas paixões por peixes deram sempre sushi?

Your True Love Is a Pisces

Why you'll love a Pisces:

Selfless and intuitive, you are perfect for a Pisces that lives to love you.
You're sensitive enough to appreciate and explore the deep emotions of a Pisces.

Why a Pisces will love you:

You're generous and totally giving in relationships, something Pisces demands.
You are also dreamy enough to get lost in fantasy with Pisces, but realistic enough to stay grounded.
What Sign Is Your True Love?


Agora, o que achei graça neste resultado é que não me surpreendeu, não no que se refere necessariamente ao amor físico, antes me fez imediatamente pensar numa específica amizade que também é física, pois que se complementa em conversa, risos, lágrimas e abraços. E o facto é que, tirando uma ou outra excepção, sempre tive relações fortes de amizade com peixes - basta avaliar pela trutaria, que tenha o signo que tiver é especialista em dar à barbatana. O amor, afinal, o que é?

E quando um desconhecido...

... não tão desconhecido assim, no auge da nossa argumentação/refutação de conceitos por ele enunciados, resolve contrapor um muito pastoral: "Mas olha que estás no bom caminho!"?

A) Respondemos com um sonoro e inestético arroto (o sapo custou a engolir e sempre temos a desculpa da conversa decorrer durante o almoço) e pedimos desculpa (por várias coisas, entre as quais termos vindo almoçar com ele...);
B) Oferecemos-lhe flores (com o respectivo vaso);
C) Sorrimos de orelha a orelha e respondemos com um: "A sério? Estou muito mais feliz e em paz agora..."

Eu ando com uma propensão para a violência... :-)

Desculpem lá qualquer coisinha...

Your True Love Is a Scorpio

Why you'll love a Scorpio:

Strong and sexy, Scorpio will overpower you into falling in love (before you even realize it!).
You'll love being swept away by Scorpio - into a world of insane passion.

Why a Scorpio will love you:

You don't mind letting your Scorpio take the reigns, as long as you know you're truly cared for.
Loyal and devoted, you would never do anything to set off insanely jealous Scorpio.
What Sign Is Your True Love?


... mas não podia deixar de postar este, nem que fosse para me rir à socapa com Rodrigues... Pois é.

quarta-feira, maio 24, 2006

Metro

Photobucket - Video and Image Hosting

Tóquio, fotografia de Truta Laranja

Já se começam a notar as saudades, não?

segunda-feira, maio 22, 2006

Estes tipos acertam sempre. Até aborrece...

You Are More Mild Than Wild

You're confident, and you really aren't concerned with how "hot" you are.
Other people's ideas of what's sexy don't concern you. And this is exactly what makes you attractive.
Are You Hot?

Shibuya Girls

Photobucket - Video and Image Hosting
Tóquio
Fotografia de Truta Laranja

sexta-feira, maio 19, 2006

E o Manel?!

Photobucket - Video and Image Hosting

feito pela Truta Laranja

Já que a Truta Azul não anda por aqui...

... tcharaaaaaaaaan!!!!!!

Photobucket - Video and Image Hosting

Feito pela Truta Vermelha, AQUI.

Estes somos nós

Photobucket - Video and Image Hosting

quinta-feira, maio 18, 2006

O Koan do dia


Love Openly

Twenty monks and one nun, who was named Eshun, were practicing meditation with a certain zen master.

Eshun was very pretty even though her head was shaved and her dress plain. Several monks secretly fell in love with her. One of them wrote her a letter, insisting on a private meeting.

Eshun did not reply. The following day the master gave a lecture to the group and when it was over, Eshun arose. Addressing the one who had written her, she said, "If you really love me so much, come and embrace me now."


Copiado do NoZen.

quarta-feira, maio 17, 2006

Não sei se escolha

este,
Photobucket - Video and Image Hosting

se este...
Photobucket - Video and Image Hosting

Feitos AQUI.

Pensava eu que já não tinha mais sargos para postar hoje...







Que romance de Eurico Cebolo es?




A Prostituta VirgemNatalia foi difamada publicamente e o seu pai, acusado pela morte do sogro, morre assassinado 'a sacholada.
Take this quiz!








Quizilla |
Join

| Make A Quiz | More Quizzes | Grab Code



Mal sabia o que me esperava...

Já não tenho

Já não tenho mãos com que te segurar.
Escorres-me em pedacinhos por entre os dedos e o espaço ecoa com os sons da tua queda, miríade de contas de uma oração há muito sentida e desfiada.

Já não tenho destreza para te apanhar, seixo a seixo, e construir de novo em paciência, peças mil coladas com mão insegura mas confiante.

Já não tenho olhos com que te ver a alma dormente e sentidos outros com que te percepcionar.

Já não tenho amor com que te dar vida.


Photobucket - Video and Image Hosting

Campo da vergonha

Esganiçava-se ontem um fadista (ou coisa que o valha, que aquilo não era fado, nem voz, nem gente!), na "gala" de abertura do Campo Pequeno, dizendo que a tourada era...

...fazer da morte um poema!

Só posso ter vergonha disto, desta gente que não só considera aceitável torturar um animal como acha que se deve fazer disso um espectáculo.

A morte de um animal para entretenimento de alguns selvagens não é um poema, não é sinónimo de "coragem", como muitas vezes apregoam. É só cobardia e maldade. Só isso.


terça-feira, maio 16, 2006

O Fracasso tem nome...

Aaaaaaaaaaaaaahhh! É genial, genial, genial! Oram façam lá: www.google.pt, escrevem failure na janela de pesquisa e clicam "I'm feeling lucky" (ou "Sinto-me com sorte!")!

Vilmente gamado ao Eng.º Sousa Veloso e à sua brilhante equipa! ;-)

Manif: 18 de Maio : 20h : Praça de Touros do Campo Pequeno, Lisboa

Junte-se à ANIMAL, à PETA, à Animal Defenders International, à League Against Cruel Sports e ao Comité Anti-Touradas da Holanda e venha exigir um "Campo Pequeno Sem Touradas"



visto no Renas

Eu lá estarei. Levo farnel de casa e tenciono fazer cara feia. Há-de ser sempre mais bonita que os esgares de quem se deleita com o abjecto sofrimento de um animal.

sexta-feira, maio 12, 2006

Variações sobre um Actor



Que poderia eu escrever sobre a pérola de divertimento, inteligência e sensibilidade [apesar das aparências, a ordem é arbitrária] que António Durães e Luís Pipa apresentam no Salão-tão-mais-ou-menos-Nobre? Muita e parca coisa. Não que haja pouco para dizer, mas porque está tudo na voz e no rosto do António. Alguém que consegue fazer-me rir e chorar ao mesmo tempo não merece que eu desate para aqui a tagarelar, senão o meu mais agradecido silêncio. Mais cinco noites alucinantes, hilariantes, tocantes. Come a Joana, Manel, come a Joana, Manel...

Variações Sobre a Perversão
[Teatro Nacional de São João][11-13 Maio | 24:00] [18-20 Maio | 22:00]

Entre outras provocações, Arrigo Barnabé defende entusiasticamente a democratização do “Orgasmo Total”, Georges Brassens rima “pornographe” com “phonographe”, os Dead Kennedys estão simplesmente “Too Drunk to Fuck” e as virtualidades do “Amour à 3” são sublinhadas pelos Stereo Total. Mas há mais: o cravo bem temperado de Bach preludia “Taras e Manias” de Marco Paulo, Serge Gainsbourg dança “La Décadanse” e descobre afinidades insuspeitas com a música de Ludwig van Beethoven, Emanuel desvenda a ternura encerrada na fórmula mágica “Pimba Pimba” e António Durães transforma a candura dos clássicos infantis “Olha a Bola Manel” e “Joana Come a Papa”, de José Barata Moura, num manifesto de canibalismo sexual para maiores de 18 anos.
Pode um superlativo e respeitável actor juntar-se a um músico de formação clássica e entregarem-se ambos à transgressiva arte de desarranjar ao vivo um lote de canções perversas, picantes ou até mesmo indecentes? Pode o internacional-cançonetismo conviver de perto, sem se corromper, com a música de veneráveis compositores? Sim, claro, responde o recital Variações sobre a Perversão. E acrescenta: esqueçam os tabus (musicais, sexuais, outros), desliguem os telemóveis, relativizem a luta antitabágica e desconfiem dos “bífidus activos”…

direcção cénica, selecção de repertório, voz >> António Durães
direcção musical, piano >> Luís Pipa

Lost in translation

Photobucket - Video and Image Hosting
Tóquio, fotografia de Truta Laranja

quinta-feira, maio 11, 2006

A panca dos pais natais alpinistas...



... continua, primavera adentro. É que não há pachorra!... Desta vez, e porque o nascimento de um grande armazém é semelhante a um milagre redentor para os rebanhos ansiosos, o que se celebra é a breve abertura de um deles.



É caso para dizer que Natal é quando o Corte Inglés quiser. Nos vamos a El Corte Inglés, comprar caramillos de nata, y unos pantalones, y caramillos de nata...


Vila Nova de Gaia, Maio de 2006
Fotografias de Violeta

Só 40%?... Ainda me safo!

Your Deadly Sins
Lust: 80%
Pride: 60%
Sloth: 60%
Envy: 40%
Gluttony: 40%
Greed: 0%
Wrath: 0%
Chance You'll Go to Hell: 40%
You'll die while in the throws of passion - the best way to go.
How Sinful Are You?

Alguém pode ajudar?
(Ou tem alguma ideia sobre como ajudar?)

Photobucket - Video and Image Hosting
Foto retirada de Gatopardo.


Não vou aqui dizer onde fica a colónia.
Mas contactando o ET, ele di-lo-á, com certeza.

terça-feira, maio 09, 2006

Do You Find It Risible...


Photobucket - Video and Image Hosting

When I say the name... Biggus... Dickus?

Tédio aka odeio estar doente...

You Have a Melancholic Temperament

Introspective and reflective, you think about everything and anything.
You are a soft-hearted daydreamer. You long for your ideal life.
You love silence and solitude. Everyday life is usually too chaotic for you.

Given enough time alone, it's easy for you to find inner peace.
You tend to be spiritual, having found your own meaning of life.
Wise and patient, you can help people through difficult times.

At your worst, you brood and sulk. Your negative thoughts can trap you.
You are reserved and withdrawn. This makes it hard to connect to others.
You tend to over think small things, making decisions difficult.
What Temperment Are You?

segunda-feira, maio 08, 2006

(Alguma) Esperança...

O rascunho formulado por Hans Küng a pedido do Parlamento das Religiões Mundiais, Chicago.


The Principles of a Global Ethic

Our world is experiencing a fundamental crisis: a crisis in global economy, global ecology, and global politics. The lack of a grand vision, the tangle of unresolved problems, political paralysis, mediocre political leadership with little insight or foresight, and in general too little sense for the commonweal are seen everywhere. Too many old answers to new challenges.

Hundreds of millions of human beings on our planet increasingly suffer from unemployment, poverty, hunger, and the destruction of their families. Hope for a lasting peace among nations slips away from us. There are tensions between the sexes and generations. Children die, kill, and are killed. More and more countries are shaken by corruption in politics and business. It is increasingly difficult to live together peacefully in our cities because of social, racial, and ethnic conflicts, the abuse of drugs, organized crime, and even anarchy. Even neighbors often live in fear of one another. Out planet continues to be ruthlessly plundered. A collapse of the ecosystem threatens us.

Time and again we see leaders and members of religions incite aggression, fanaticism, hate, and xenophobia - even inspire and legitimate violent and bloody conflicts. Religion often is misused for purely power-political goals, including war. We are filled with disgust.

We condemn these blights and declare that they need not be. An ethic already exists within the religious teachings of the world which can counter the global distress. Of course this ethic provides no direct solution for all the immense problems of the world, but it does supply the moral foundation for a better individual and global order: a vision which can lead women and men away from despair, and society away from chaos.

We are persons who have committed ourselves to the precepts and practices of the world's religions. We confirm that there is already a consensus among the religions which can be the basis for a global ethic - a minimal fundamental consensus concerning binding values irrevocable standards, and fundamental moral attitudes.


Ver o restante aqui.

A Propósito de Estupidez...

Hoje "cairam-me" em mãos umas fotocópias de um livro cujo título, por si só, prometia o chorrilho de disparates que mais tarde se vieram a confirmar: Prepare-se para a Guerra, Capítulo 13 - Desmascarando os Ensinos da Nova Era e a Evangelização de Seus Seguidores.

No seguimento de uma conversa entre colegas sobre os benefícios de práticas meditativas (Meditação Transcendental, Yoga, Tai-Chi, Massagem Tui-Na, Oração), recebi por presente 16 páginas de um capítulo de um livro que deduzo ser de uma qualquer confissão Cristã evangélica, e cujo objectivo é preparar o Cristão para o diálogo, e consequente conversão, com os entes endemoinhados da New Age que, supostamente, se encontram sob possessão demoníaca... Que este tipo de publicações pulule não me espanta. São até representativas de uma realidade (felizmente) diferente da nossa... É uma publicação brasileira que, como muitas, mistura uma série de conceitos e disciplinas interessantes e que, aparentemente do ponto de vista de estudo científico, não deveriam ser misturadas... É necessário um fraco conhecimento de Teologia Cristã, Antropologia, História das Religiões, Simbologia e Psicologia para produzir as seguintes pérolas:

Shiva é um deus de destruição que tem uma esposa chamada Kali, a deusa-mãe do poder, da doença e da morte. Shiva é representado em desenhos com uma enorme cobra enrolada em seu pescoço ou na cabeça. A cobra ou serpente é extensivamente adorada no hinduísmo. Não é raro ouvir vários professores de ioga referindo-se a Shiva como um "deus da luz". Eles o apresentam como um deus que é desejável. O estudante ocidental comum de ioga não tem idéia do que ou de quem Shiva realmente é. Quem busca a "luz de Shiva", na verdade está buscando um deus demônio.

E logo a seguir...

O objectivo do ioga é esvaziar totalmente a mente, parar todos os movimentos do corpo, eliminar toda a sensação do mundo físico, e desta forma atingir a união com o Brahma num estado de nada. As várias práticas de ioga são especificamente idealizadas para induzir um estado de transe de mente vazia que supostamente leva a pessoa a uma união com Brahma.
O que na verdade acontece é que, enquanto a pessoa medita para esvaziar a mente, ela está abrindo-se à entrada de demônios.

(...)Ele diz que as várias posições e a respiração preparam o corpo para que o deus demônio, que é chamado de Kundalini, possa de fato entrar no corpo e fluir através dele! A ioga tem o propósito específico de abrir o praticante à entrada de demônios.

E o texto continua nas restantes páginas a comparar alhos com bugalhos. Práticas religiosas ou puramente espirituais tão antigas quanto o Hinduísmo com assimilações ocidentalizadas de um corpo teórico que é fruto inteiro de uma cultura tão verosímil como qualquer outra, erros graves de interpretação teológica e de conhecimento simbólico, já que a realidade do médio-oriente que viu surgir o Judaísmo e, numa fase posterior, o Cristianismo nos seus primeiros passos, não pode ser comparada com a simbologia oriental de ânimo leve. E, aqui e ali, o toque espírita da possessão das almas... A verdade é que já nem me consigo questionar acerca da pertinência de uma publicação destas. Agora... Como é que uma barbárie destas me vem parar às mãos?

domingo, maio 07, 2006

O chá do PP

Diz Telmo Correia, entre os brioches do congresso, que é bom que Ribeiro e Castro não conjugue muitas vezes o verbo "acatar", porque é um verbo a que os militantes do CDS não estão habituados. Típico: querem que a sociedade acate as suas regras, moraizinhas e preconceitos, mas neles não admitem que ninguém mande.

sexta-feira, maio 05, 2006

Leituras Recomendadas I


Depois de aturada pesquisa no 1001 Books You Must Read Before You Die, não fui capaz de encontrar referência ao mítico romancista português e pedagogo musical, Eurico Cebolo. E eu lamento, mas ninguém deveria ser autorizado a deixar esta vida sem ler um qualquer livro deste senhor (pode ser o Solfejo Mágico, é igualmente arrepiante) e sem ouvir a nossa querida e temperamental Natália de Andrade (1 de Novembro...).
Com um pezinho a entrar no fim-de-semana, gostaria de vos deixar com o que suponho ser uma obra prima da literatura tétrica portuguesa, O Violador das Mortas.


Photobucket - Video and Image Hosting

Para um desfecho realmente surpreendente, aconselho a leitura acompanhada de uma qualquer audição da senhora supracitada (se conseguirem descobrir outras além da que vos indico, agradeço que me notifiquem).

terça-feira, maio 02, 2006

Nada... É o vazio...


You Are Midnight

You are more than a little eccentric, and you're apt to keep very unusual habits.
Whether you're a nightowl, living in a commune, or taking a vow of silence - you like to experiment with your lifestyle.
Expressing your individuality is important to you, and you often lie awake in bed thinking about the world and your place in it.
You enjoy staying home, but that doesn't mean you're a hermit. You also appreciate quality time with family and close friends.
What Time Of Day Are You?